A ponte entre o Céu e a Terra!

A ponte entre o Céu e a Terra!

Meu tesouro é precioso, porque não está na terra e sim no céu, não está fora e sim dentro, e o acesso são flechas no escuro, porque sabem que é precioso, mas não o veem.

Não falo de posses, de bem materiais, mas do interior... De coisas do coração e do alto, do céu.

Quando falo, não falo de banalidades, mas quero ser uma voz, uma Ponte entre Céu e Terra. É um contato com algo que não seja ilusório, passageiro, um contato com a unidade.

Hoje vivo a unidade, onde encontrei confirmação na passagem de Jesus Cristo, onde fala do Corpo. Contato da Consciência com o “SER”, com Deus, me trás a humildade e pureza no coração.

O chão está tremendo, mas a minha base está no céu, por isso sinto, mas não sou abalada. Sinto as dores porque vivo aqui, mas a minha fonte de energia vem do alto e não da terra. Gostaria de voltar, mas a minha jornada ainda está a esmiuçar... “Tudo que ligares na terra será ligado no céu”... (Mateus 16:19)

Quando falo, estou dizendo algo mais além que conforto pessoal, palpável... É agregar valor e não somente tirar proveito da natureza, de coisas que desejo usufruir... Também não falo de miséria, não confunda!

Estou falando de dar e não reter, agregar e não apegar.

Eu não falo apenas, eu vivi cada palavra!

Por isso não quero apenas ser feliz e desfrutar o que conquistei do alto, mas quero compartilhar o que “vivenciei”, agregar no mundo o que plantei e o que colhi, entrego meu dízimo falando do amor de Jesus e tantos outros mestres que por aqui passaram...

Para falar de alegria, obviamente chorei muito e poucos viram, não tinha muitos lenços, nem muitas mãos estendidas, ninguém tem tempo!

É preciso construir a ponte, mas sem derrubar a ponte do vizinho para pegar a madeira... A natureza e todos os seus juízes estão de prova, até aqui nada foi fácil!

Viram minha alegria e sorriso, mas nunca secaram minhas lágrimas, por isso não entendem nem uma coisa e nem outra...

“Aqueles que não podem mudar de idéia, não podem mudar nada”. (George Bernard Shaw)

Se você não está encontrando respostas é porque está procurando no lugar errado. Sintonize-se com sua força interna, ela é a luz que direciona e auxilia, mas a escolha e alinhamento com o tempo é você que faz! Saia dos condicionamentos e encontre sua força.

Por: Juliana Pelizzari Rossini.

Meus sinceros e mais profundos agradecimentos a Deus, que através da Astrosofia, Universo, a Vida e todos os mestres (Homens e Mulheres) que passaram pela Terra e aos que ainda estão por aqui, fazendo a alquimia do conhecimento do bem, alinhados a verdade e a vida, trás a luz ao mundo... Minha gratidão a todos os mestres e pessoas que morreram pela verdade, pelo conhecimento que liberta, e aos que estão conosco aqui na batalha nesse ano 2020.

“A mesma faca que corta os alimentos, pode ser usada para matar”, já pensou nisso? Por isso, faça suas escolhas com consciência. Jesus disse: busque o conhecimento mais que ouro e prata. E Buda falou: Acordar e despertar é o maior tesouro do Ser Humano. Um beijo especial para Jesus, Buda, minha família amada, meus pais, meus avós e bisavós, em especial minha avó paterna “Vó Maria”, enfim, todos que vieram antes de mim, que conheci em minha jornada...

6 comentários:

  1. Nooooooooooossa,Juliana!Que maravilha teu texto.Saliento aqui que realmente o que vale .são as coisas do céu e do coração. E VIVER, vivenciar e n]ao apenas pregar, falar... Muito lindo! A foto shpow! beijos, FELIZ NATAL e tudo de bom pra todos vocês! chica

    ResponderExcluir
  2. Para falar de alegria, obviamente chorei muito e poucos viram, não tinha muitos lenços, nem muitas mãos estendidas, ninguém tem tempo!

    Olá, querida amiga Ju!
    Que post!
    Uma mulher consciente do que é a vida você se revela.
    O que recortei acima parece escrito por mim...
    Gostei muito da profundidade da sua postagem.
    Tenha dias abençoados!
    Bjm carinhoso e fraterno

    ResponderExcluir
  3. Boa noite, Juliana!

    Os sentimentos que mais nos elevam são de amor. Porém, na moda estão ódio e inveja, infelizmente.

    Pessoas fracas e coladas no chão não conseguem perdoar. Todavia, amadurecer é o que o seu post nos traz. A partir de então, passamos a nem mais precisar perdoar tanto, porque pouco nos ofendemos. Afinal, sabemos quem somos.

    Excelente reflexão a sua, Ju.

    Beijo!

    Re e Laura

    ResponderExcluir
  4. Que maravilha de mergulho na existência Juliana.
    É preciso amor, muito amor para poder integrar no
    mundo imune às coisas pobres da vida, que nada agregam
    em nossa travessia, como bem expressa seu belo texto amiga.
    Não é para aplaudir, é para copiar e buscar viver estes sentimentos,
    pois só e somente assim, vamos poder sonhar e viver um mundo melhor na terra.
    Lindo demais Ju.
    Um bom domingo de muita alegria na família irradiando pelo Natal e o Novo Ano.
    Beijo no coração amiga e grato por todo o ano de 2020 onde foi presença marcante
    em meus escritos. Foi bom lhe conhecer.
    Um abraço bem terno para vocês.

    ResponderExcluir
  5. Ai Ju que estou com os olhos marejados!
    Explicar o,coração para além da anatomia é somente para quem o vive, para quem tem o,céu dentro.

    Tantos mestres, mulheres e homens antes de nós, que deram a vida para viver o interior, o verdadeiro coração. Certamente vou reler muitas vezes este texto.

    E a foto, um espetáculo!

    ResponderExcluir
  6. Oi,Juliana! Vim avisar que acaba de entrar teu céu por lá! Obrigadão ! beijos, tudo de bom, Chica ( tuas frase lá sempre lindas!Obrigadão!)

    https://ceuepalavras.blogspot.com/2021/02/blog-post_8.html

    ResponderExcluir