Livro infantil: Anita a Abelha.

Adultos e crianças tem a oportunidade de aprender de várias formas e maneiras diferentes, e um jeito encantador de aprender ou ensinar algo ao meu filho, são com os livros de histórias infantis.

Fizemos uma leiturinha pela manhã, do livro:
Anita a Abelha – Kátia Canton



Nem sempre a criança tem interesse por fotos, então aproveite o tempo para ler e conversar sobre a história, e acabei tirando a foto do livro posteriormente, na mesa. Criança é como nós, nem sempre está com vontade de fazer algo, e a gente como adulto e também como forma de ensinamento (exemplo), devemos respeitar suas vontades e opiniões. Sem selfie segurando o livro. (risos)

O livro conta a história de uma abelhinha operária, que ao contrário das outras abelhas, ela não conseguia fazer o seu trabalho, que era fabricar mel.

Ela seguia os passos corretamente, iguais às outras abelhas, mas na hora de produzir mel, saia um líquido com cor e gosto diferente, que parecia um caramelo, ao invés do mel.

Anita sofria e se sentia muito triste e solitária, porque não compreendia o que estava acontecendo com ela, e porque ela era diferente. Anita se esforçava, mas não adiantava, não produzia o mel...
As outras abelhas ao perceberem, também não souberam acolher, e perceber a tristeza da abelhinha Anita, em ser diferente.

Certo dia, diga-se de passagem, “muito especial”, um garotinho que passava por ali (perto onde tinha a colmeia), avistou aquela calda misteriosa escorrendo entre as plantas, e rapidamente decidiu provar e achou o sabor delicioso... Parecia chocolate, mas era uma calda especial, porque o chocolate vem do cacau.

Naquele mesmo dia, Anita e sua amiga Belade tiveram uma ideia... Decidiram de unir, e juntas criarem uma deliciosa fábrica de pão de mel. A fábrica foi um sucesso, e tinha o nome das duas amigas abelhas, Anilade (junção de Anita com Belade...rs).
E assim, Anita conseguiu finalmente, ser feliz... Ser feliz do seu jeito, e tirar proveito daquilo que lhe foi designado na sua vida...

Que linda história, que serve como exemplo para todos nós.

Não devemos desprezar, julgar ou fazer diferença, das pessoas...
Quando encontrarmos pessoas com diferenças, devemos acolher, apoiar, tentar entender e ajudar a pessoa, a encontrar seus caminhos...
Criticar, julgar, abandonar, só faz a pessoa se sentir pior ainda.

Somos todos iguais, e ao mesmo tempo somos diferentes, porque o que seria do mundo, se todos fossem iguais...???

E em último estágio, se não podemos ajudar, o melhor a fazer é pelo menos respeitar e aceitar as pessoas, como são...

Espero que tenham gostado da minha reflexão em cima da história, e também da dica de leitura. No final da história (do livro), tem uma receita e o modo de fazer, do famoso pão de mel das duas abelhinhas (Anita e Belade). Quero testar a receita aqui em casa, outro dia... Eu e o Vitor amamos o livro, super indico a leitura.

Beijos e até a próxima.
Leia Mais ►

O que você deseja para o futuro do seu filho (a)?

Uma pergunta muito generalizada, que pode ter muitas respostas diferentes e cada uma baseada em suas crenças, vida diária, sonhos, esperança, enfim, uma resposta com diferentes e inúmeras intenções.

E por falar em intenções, a palavra de Deus diz: O Senhor é quem discerne o coração e os pensamentos do homem (homem e mulher). Então, não adianta querer se enganar, porque Deus conhece o nosso coração e as nossas reais intenções.
♥ ♥ ♥ 
Outro dia recebi essa pergunta na agenda do meu filho, solicitando que eu escrevesse dentro do coração que estava anexo, junto à agenda, “O que eu desejava para o futuro do meu filho Vitor”. E a minha resposta foi essa:


Eu sei, eu sei, você deve estar pensando: Até parece, que é isso que ela pensa ou deseja para seu filho... Que não tem expectativas ou sonhos, para seu futuro...???
Que não sonha que ele seja jogar de futebol, médico, astronauta, ou sei-lá, mais o que...

Pois é, sem demagogia, sigo a vida mostrando como ela é “através dos meus olhos”, do nosso cotidiano, das promessas de Deus, do que meu filho pode conquistar através das boas ações, estudo, trabalho, e também dos seus próprios sonhos...
E o meu filho também aprende através da convivência externa, ou seja, com amigos, professores, etc.

Minha missão é proporcionar através do carinho, amor, educação, atenção, estudos, condução dos caminhos corretos, um ser humano bom, capaz de discernir o certo do errado, o bom do mal, e a partir daí, fazer seus caminhos, suas próprias escolhas.

Quero te dar um conselho de amiga.

- Viva a vida, ensine e tire as dúvidas freqüentes do seu filho (a).

- Converse bastante com eles (elas) sobre o cotidiano da família, os compromissos diários com trabalho, família, finanças, boas condutas.

-Compartilhe suas experiências de vida (tanto as boas como as ruins), fale da sua infância com fotos e recordações, para seus filhos "entender e aprender" a comparar as coisas, e situações adversas da vida...

Esse é o melhor presente que você pode dar aos seus filhos (as), que é compartilhar suas experiências de vida (e também dos avôs deles), conduzi-los aos caminhos correto e do bem (praticando o bem diariamente), apoiar as adversidades que vão surgir e ajudá-los a encontrar os melhores caminhos...

Criar expectativas a partir da vida do outro (no caso dos filhos), sonhar um sonho que pode não ser o sonho do seu filho (a), é cavar a própria cova da frustração, é mergulhar de cabeça na própria decepção.

Examine-se. Talvez você esteja praticando com seus filhos, as mesmas condutas que seus pais tiveram com você, quando você era criança (e que talvez você não gostasse).
Ou sonhando com um desejo que seja só seu, e não do seu filho (a).

Desejar e sonhar coisas boas e grandes para o futuro dos filhos, não é pecado. Mas manipular os filhos, dar falsas esperanças, não apoiar suas escolhas, não ser o alicerce que eles tanto precisam... Isso sim, não é bom...

Esse texto nada mais é, do que um amadurecimento interno, que busco diariamente através do desprendimento, da simplicidade da vida, e da busca aos caminhos de Deus...
Beijos
Leia Mais ►

Leitura do livro Wall-E.

Hoje a nossa manhã começou com uma leiturinha muito encantadora, da história de um robozinho chamado Wall-E, que tinha uma missão muito importante, que é limpar o Planeta Terra da poluição.



A história é sobre o futuro. No início do século 29, os seres humanos foram obrigados a deixar a Terra, devido à poluição deixada pelos nós.
E o robô Wall-E ficou na Terra, encarregado de fazer toda a limpeza, para um dia os seres humanos retornarem... E acredite... Wall-E se sentia muito sozinho, apesar de gostar do seu trabalho. Achei muito linda essa parte do robô, sentir solitário. Se até um robô sente o peso da solidão, imagina os seres humanos...

Uma história linda e ao mesmo tempo preocupante, porque retrata o futuro do nosso planeta, se a gente não cuidar...
A história fala sobre o amor, o cuidado com o planeta Terra que devemos ter, a difícil parte da vida chamada solidão... (minhas percepções da história)

Nós amamos a leiturinha que o Vitor ganhou de aniversário, de uma amiga querida (minha) que também tem blog, que se chama Bolhinhas de Sabão para a Maria. Minha amiga Tere, escreve muito bem sobre sua trajetória de vida de mãe, criação dos filhos, educação, entre outros assuntos, lá no seu cantinho que amo. Inscreve-se lá no blog, que sempre receberá as novidades do Bolhinhas.

Super recomendo a leitura. Não escrevi toda a história aqui, para você ficar com gostinho de quero mais, ler e se encantar como nós... 
Ah, e junto do livro, vem um CD para ouvir a história, que é contada nas vozes dos personagens.
Beijos e até mais,
Ju 
Leia Mais ►

Dicas e dúvidas freqüentes sobre o Parque da Mônica.

Na semana passada, eu e minha família fomos curtir um dia incrível no Parque da Mônica

Veja nesse post aqui, as fotos e algumas atrações do local.

Durante o nosso passeio ao parque, eu recebi algumas perguntas sobre o local, e por isso gostaria de compartilhar as informações, e quem sabe é a sua dúvida também.



Os ingressos são vendidos pela internet, ou somente na Bilheteria?

Os ingressos são vendidos apenas nas Bilheterias, ao lado do parque.
Não é vendido pela internet (pelo menos até o momento, não é vendido).
Antes de visitar o parque, verifique o calendário e disponibilidade de abertura dos dias da semana e finais de semana.

O estacionamento é pago?

Sim, o estacionamento é pago, porque o Parque da Mônica está localizado no Shopping SP Market. O estacionamento é pago, conforme o tempo de permanência, igual a todos os shoppings. O que varia são os preços, porque cada shopping cobra uma taxa de estacionamento, conforme o tempo de permanência.

Porque os adultos precisam pagar ingressos para entrar?

Os adultos são pagantes, porque o parque tem atração para a família inteira. 
Tem atrações que crianças só podem ir acompanhadas de um adulto, ou seja, os adultos curtem os brinquedos tanto quanto as crianças, além de acompanhá-los. 
Toda criança menor de 12 anos, não pode entrar desacompanhada, por isso os adultos pagam a entrada, e de divertem juntos.

Quais as condições para desconto ou meia-entrada?

Segundo a lei e informações do site, vejam as possibilidades:
- Pacotes de passaportes para 2, 3, 4 ou 5 pessoas, tem valores diferenciados, e sai mais em conta, do que ingressos individuais. Veja os valores dos passaportes aqui: http://parquedamonica.com.br/passaportes  
- Crianças de até 1 ano e 11 meses de idade, não pagam entrada, com RG ou certidão de nascimento.
- Crianças de 02 até 12 anos de idade, com RG ou certidão de nascimento para comprovar a idade, pagam meia-entrada.
- Estudantes acima de 13 anos, pagam meia-entrada mediante comprovação através da carteirinha escolar ou o último boleto vigente, com comprovante de pagamento, para atestar a matrícula do aluno.
- Pessoas com deficiência física e acompanhante, mediante a apresentação de documentos comprobatórios, a pessoa com deficiência possui gratuidade e 1 acompanhante tem direito a meia-entrada.
- Gestantes, mediante a comprovação feita com a carteirinha de pré-natal ou documento comprobatório, pagam um valor menor. Verifique o valor atualizado, no site aqui.
- Excursões também têm um preço diferenciado. Entre em contato e se informe direitinho as condições: http://parquedamonica.com.br/excursoes

Aproveito para informar que: professores, diretores, supervisores, coordenadores pedagógicos e titulares de cargos do quadro de apoio de escolas das redes públicas e municipais de São Paulo, tem direito a meia-entrada, apresentando no ato da compra (Bilheteria), uma identificação funcional emitida pela Secretaria da Educação de São Paulo junto com o RG.

Tem local para comer dentro do parque?

Sim. Atualmente dentro do parque tem o Mcdonalds, e quiosques que vendem frutas, pipoca, doces, picolé, bebidas como refrigerante, suco e água.

Eu posso sair do parque e retornar?

Sim. Para saída e retorno no mesmo dia, sim.
Para isso você precisa se dirigir ao SAV (serviço de atendimento ao visitante), informar que você pretende sair do parque e depois retornar, e solicitar o carimbo que lhe permitirá o acesso novamente ao parque.
Mas dentro do parque a infraestrutura é completa, segura e que proporciona conforto para toda a família, com sanitários, mesas e cadeiras, bancos para sentar, telefone público, rede wi-fi, praça de alimentação, espaço para amamentação e sala de papinha, locação de carrinhos de bebê e guarda-volumes...

É muito cheio aos finais de semana?

O parque tem bastante movimento simultâneo. Então, se houver fila em um brinquedo, você vai a outro, depois retorna ao brinquedo que deseja.
Durante o período em que o parque está aberto, acontecem alguns shows... E tem crianças que gostam dos shows, e param para assistir, e outras que preferem brincar nas atrações, e nesse período a fila de alguns brinquedos diminuem.


Eu particularmente amei os shows, e depois tem sessão de fotos com os personagens, que podem ser adquiridas as fotos a parte (valor pago a parte), e vale muito à pena a recordação.

Vale à pena ir com crianças pequenas?

Essa dúvida e questão são muito particulares, porque muda de pessoa para pessoa, de criança para criança.

Eu costumo observar a variação de humor e particularidade do meu filho, antes de fazer ou planejar qualquer tipo de passeio ou viagem.

Tem atrações que é paga a parte?

Sim. O Castelo de Príncipes e Princesas. Um local ideal para se transformar em personagens de contos de fadas. Veja aqui no site http://parquedamonica.com.br/atracoes, os valores e detalhes desse dia de príncipe ou de princesa, em: atrações e clique em "Castelo de", e corra a barra de rolagem para baixo, para verificar os valores. 


Na bilheteria, é entregue um Mapa do Parque, onde é possível visualizar toda a estrutura, atrações, tabela de restrições de atura.


O mapa também esta disponível no site, e também todas as atrações com detalhes de estatura, as restrições, etc.

A loja da Turma da Mônica é apaixonante, tem muitos produtos lindos e todos personalizados com a turminha mais querida do Brasil.



Para ter maiores informações de valores (passaportes), calendário, localização, verifique o site, que lá as informações serão sempre atualizadas.
Atenção: Antes de planejar a ida ao parque, verifique o calendário e disponibilidade de abertura, porque o parque tem horário diferenciado na semana e final de semana, precisa verificar a abertura ou fechamento em caso de feriados, etc.

Gente, o passeio ao Parque da Mônica, é um dia incrível, de alegria para toda a família.
Vale muito à pena, super recomendo o passeio, e espero ter auxiliado nas dúvidas freqüentes, dicas, etc.

Beijos e até mais. 
Leia Mais ►

Lego não é só brincadeira e diversão...

Brincar com os brinquedos da Lego, não é só diversão, é muito mais que isso, porque o nível de detalhamento exigido para montar as pecinhas da lego, varia muito conforme a idade e o nível de dificuldade.

Na frente da caixa, é indicado o número de peças que vem dentro da caixa e a idade indicada ou sugerida, para montar aquele brinquedo.

O interesse do Vitor em aprender e montar começou a partir dos 4 anos, observando a mamãe montar. O primeiro lego que montamos, o Vitor observou, encaixou algumas peças, e depois de montado não demorou muito ele quis desmontar tudo, e assim fez...rs

Deixei desmontar e guardei o manual. Quando ficou um pouco maior já apareceu o interesse em montar novamente, e querer aprender mais... Conforme ganhávamos brinquedos da Lego dos tios, ou o pai comprava, foi aprendendo os detalhes com a mamãe aqui (amo Lego), de como montar lego.

Montar Lego aproxima pais e filhos, ajuda a criança na concentração, atenção e muita observação aos detalhes.

Para montar os brinquedos da Lego, precisa observar a posição das peças que estão sendo montadas, o tamanho de cada peça que está sendo solicitados na página indicada, às quantidades, os tons de cores, seguir a seqüência corretamente...
Tem tons diferentes das cores, por exemplo, cinza claro e cinza escuro, marrom claro e o escuro, enfim precisa observar e comparar, antes de montar.
O nível de detalhamento aumenta, conforme a idade indicada na caixa.

Sentamos juntos, pegamos o manual juntos, e vou explicando e mostrando os detalhes que precisa ser observado em cada página... Dessa forma o Vitor aprendeu e já consegue montar um carrinho facilmente sozinho.

Alias, esses dois Legos logo abaixo, o Vitor montou sozinho.



Ele sempre gosta de companhia para montar com ele, mas dessa vez foi como um "desafio", montar sozinho. Eu amo montar lego, mas se ele tem interesse em montar sozinho para testar sua habilidades, eu fico feliz e só observo... Mesmo morrendo de vontade de montar junto (risos), porque amo Lego, deixo o Vitor montar sozinho, quando deseja...

No aniversário de 6 anos, o Vitor pediu a Caixa Criativa do Minecraft. Essa caixa é um pouco mais cara, porque vem mais de 500 peças, pode montar 8 cenários diferentes, e mais os que você quiser fazer e explorar...
Conforme observo seu interesse, vontade de aprender e montar junto, achamos uma caixa em promoção e compramos.
O Lego Caixa Criativa é indicado para crianças acima de 8 anos (com 8 anos ou mais), porque o nível de dificuldade é bem maior.
Tem dois manuais, sendo que o primeiro tem todos os cenários e o segundo tem todas as peças montadas. Sentamos juntos em volta da mesa, e a brincadeira começou.


Fui ensinando a olhar e observar como seria o passo a passo para montar esse Lego, e logo pegamos o jeito.


Falar dos brinquedos da Lego por um lado é fácil, porque quem não gosta de Lego?
Por outro lado é difícil, porque em termos de acessibilidade, os brinquedos da Lego são caros aqui no Brasil, e nem todas as famílias brasileiras conseguem investir em um brinquedo excelente como esse, porém com valores altos...

Mas a questão não é essa, e sim o que o brinquedo proporciona para as crianças, na questão da aprendizagem, interação na família quando pais e filhos brincam juntos, nível de atenção e detalhamento que o brinquedo exige para montá-lo...

São peças cruas, sem vida, que se juntadas corretamente, conforme o manual indica, formam brinquedos incríveis. Também é possível comprar peças avulsas e usar a criatividade, e dar forma e vida sem manual, usando apenas a invenção...
É com certeza um brinquedo de tirar o chapéu...

Enfim, é um brinquedo que vale muito a pena o investimento. E depois de montar, a brincadeira rola solta.

Meu desejo é que todas as crianças tenham um Lego para montar e brincar, um dia... E se não tiver enquanto criança, tenha quando adulto mesmo, porque vale muito a pena...

Beijos e até a próxima...
Leia Mais ►

Parque da Mônica é diversão garantida para toda a família.


Conhecer o Parque da Mônica com meu filho sempre foi um desejo que guardava pacientemente.
Eu trabalhava na Faria Lima em São Paulo (no meu último emprego), perto do Shopping Eldorado, onde era o antigo local do Parque da Mônica, e sempre que passava por lá, ficava sonhando em um dia quando tivesse filhos, levá-los para conhecer e brincar nesse parque incrível.

O parque fechou em 2010, e foi reinaugurado em 2015, agora em novo local, no Shopping SP Market, com novas atrações, shows, personagens da turminha mais querida do Brasil, que é a Turma da Mônica.

O parque é diversão garantida para toda a família, porque os adultos também podem se divertir e brincar em várias atrações. Eu mesma brinquei em vários brinquedos com meu filho Vitor, e o papai também brincou...
Posso afirmar que foi um dia Mega Especial para toda a família.

Vamos conferir algumas as fotos?

Roda Gigante da Turma.
Que criança não gosta da Roda Gigante, com vista privilegiada do ambiente temático, e esse brinquedo é um dos cartões postais do parque. Criança abaixo de 1.10 precisa de acompanhante, e acima dessa altura, os pais podem acompanhar se quiserem.


 

Carrossel da Mata. 



Eu fui aqui (rs). Lógico que a gente se diverte também, né...rs


Montanha Russa do Astronauta.
Esse brinquedo o Vitinho só poderia acompanhado (livre somente acima de 1.30 m), mas como não teve coragem, eu fui sozinha, e digo uma coisa, é uma delícia e dá um friozinho na barriga. Amei.



Trombada do Louco.
Esse é o famoso carro de bate-bate. O Vitor foi com o papai. Para a criança ir livre, sem a companhia de um adulto, somente acima de 1.30 metros.



Horacic Park.
É uma aventura a bordo de barquinhos que percorrem o ambiente pré-histórico. Como o personagem Horácio é um dinossauro, o nome da atração só poderia ser Horacic Park, que lembra o Jurassic Park. Uma delícia o brinquedo, tem uma queda no final do percurso que dá um friozinho na barriga. Esse o Vitor foi com a mamãe e a gente amou.


 

Escalada do Piteco.
Escalar pedras e vulcões, é diversão e muita aventura.


Engenheiros do Parque.

A criançada adora esse espaço, porque é um espaço de usar a imaginação, e lógico que fui brincar e construir também (rs). Têm tijolos, capacete de proteção, cimento, carrinho e tudo que uma obra precisa, para começar a construção do jeito que toda criança adora, ou seja, brincado. Todo material é macio e seguro para a brincadeira rolar solta.



 



Quando o tempo de permanência acabou, o Vitor fez a bagunça dele (risos), caindo em cima da casinha que construiu...

Brinquedão do Chico Bento.
Nós amamos o Brinquedão do Chico, porque é um labirinto, com obstáculos, túneis e escorregador.
Ahhhh que delícia o escorregador lá no final. Como é bom se divertir com o filho.
Vamos explorar esse milharal do Chico?


Pescaria do Chico Bento.




CE-Bolinhas.
É um desafio que propõe ser bom de mira. A brincadeira é juntar o maior número de bolinhas dentro das sacolas, e depois atirar essas bolinhas coloridas e macias no captor de bolinhas, ou fazer guerrinhas entre amigos... 


Posto do Bidu.
As crianças andam nos carrinhos, que se movimentam a partir dos movimentos dos pés, e podem brincar de abastecer o carro no posto do Bidu.



São muitas atrações, tem shows, da para tirar fotos com os personagens, fazer transformação no Castelo de Príncipes e Princesas, enfim, são muitas fotos e informações importantes e relevantes para compartilhar aqui no blog, que em um único post ficaria cansativo.


Enquanto estava no parque, algumas mães fizeram algumas perguntas sobre brinquedos, qual a melhor idade para levar as crianças, alimentação, enfim, farei um texto com as perguntas e respostas, para melhor orientar as pessoas sobre o parque, ingressos, estacionamento, e todas as dúvidas e perguntas que surgiram e muito mais, aguardem.

Para encerar, eu afirmo que vale muito a pena a diversão, não é um gasto e sim um investimento, porque o local tem tantas atrações, a criança se diverte tanto, que o dinheiro é muito bem investido em um dia garantido de pura diversão.
Foi um dia especial para toda a família. Super recomendo o passeio.

Beijos e até a próxima.
Leia Mais ►

6 dicas de sucesso, para ensinar as atividades domésticas aos filhos.


Aprender atividades cotidianas, corriqueiras da vida, é um bem precioso para quem aprende e para quem ensina. Preparar um filho para ser independente e ter responsabilidade não é uma tarefa fácil, que é aprendida do dia para a noite... É preciso paciência para ensinar e para a criança aprender...

Mesmo que necessariamente não às utilize, por conta de profissionais que a fazem por você (ou para os filhos), ensinar os filhos, é muito importante para a formação de caráter, empatia, respeito e educação ao próximo e para si mesmo.

Toda casa tem um lugar destinado a cada objeto, pertences, certo?
E para a criança aprender, ao invés de brigar, gritar e falar que a criança não tem jeito, o correto é ensinar e sempre relembrar a criança qual é o local de cada coisa...

Não é exatamente só ensinar, mas viver, praticar diariamente junto com os filhos, essas atividades domésticas, como:

-Guardar ou colocar os calçados no local correto após uso;
-Onde colocar as roupas que podem ser usadas novamente, ou onde colocar as roupas que estão sujas para lavar;
-Ajudar a retirar o prato da mesa após a refeição;
-Ajudar a arrumar a mesa para as refeições;
-Levar o cachorro para passear e recolher as fezes;
-Onde colocar uniforme da escola, mochila, material escolar após as tarefas, ou após a volta da escola;
-Organizar seu espaço, seus pertences, brinquedos, jogos, livros, etc;

Enfim, são várias atividades corriqueiras, que são de responsabilidade da própria pessoa, que precisam ser aprendidas (preferencialmente) desde a infância.

Os segredos do sucesso para a realização dessas atividades são:

1- Tempo: Para todo aprendizado, principalmente algo novo, que precisa de observação e de tempo para executar e praticar precisa de tempo. Não adianta querer fazer e ensinar as pressas, na correria do dia, que não vai dar certo, vai gerar brigas e chateações.
Se toda família acorda cedo para ir ao trabalho e escola, então não adianta querer ensinar os filhos a escovar o dente (corretamente), pentear o cabelo, colocar o uniforme, amarrar o tênis às 6 horas da manhã, que NÃO VAI FUNCIONAR para ninguém. O tempo é aliado às coisas novas, então para ensinar atividades novas aos filhos, escolha dias com tempo livre, como aos finais de semana, dias de folga, férias, para não gerar stress para ninguém.
Também não adianta ensinar nada na hora que estão todos prestes a dormir, porque o cansaço da manhã e o da noite compromete mais de 50% da aprendizagem e interesse necessários, para a realização dessas tarefas corriqueiras. A dica é, escolha um dia em que todos estão tranqüilos, descansados, sem a correria dos compromissos diários...

2- Paciência: Um dos segredos para tudo (acredito eu) é a paciência para ensinar, e a paciência para esperar a criança (ou qualquer ser humano) aprender. Demore o tempo que for necessário, tenha paciência, e aguarde sempre o momento certo para ensinar qualquer coisa. Se você não estiver em um dia bom, por exemplo, não invista em nada que fará você perder a paciência, exigir excelência, porque o resultado será desmotivador para todo mundo.

3- Repetição: Perceba quantas e quantas vezes as crianças adoram assistir ao mesmo filme infantil, aos mesmos episódios dos desenhos favoritos... Então, a repetição é algo prazeroso para a criança, porque ela relembra algo agradável que assistiu, aprende a repetição das palavras e das cenas, enfim, algo novo se aprende facilmente com repetição.

4- Empatia: Tudo que é ensinado com amor tem um resultado positivo. Não adianta ensinar nada que a gente tenha ódio, que não goste de fazer “nunca”, que passará uma mensagem negativa.
Por exemplo, eu não AMO lavar a louça, mas é necessário. Se eu ficar toda hora reclamando, quando for ensinar, terei dificuldade de ensinar e a criança de aprender.
Outro exemplo é quando a pessoa não gosta de cozinhar. Reclamar diariamente não é legal, e um pouco de empatia para as atividades de pouco interesse, mesmo nas tarefas menos favoráveis, não faz mal algum.

5- Palavras motivadoras: Não tem nada mais irritante, decepcionante e que aborrecem as pessoas (até mesmo as crianças), do que xingamento, palavras sarcásticas e irônicas, durante uma aprendizagem. O segredo é falar palavras motivadoras, tipo: Ficou bom, você está melhorando cada vez mais; Fico feliz com seu interesse em aprender e melhorar cada vez mais.

6- Respeito: Devemos respeitar o tempo da criança em aprender e o tempo em que demora em executar. Vivemos em um mundo de muita pressa, sempre correndo contra o tempo e atrás dos compromissos...
Saber esperar a criança executar dentro do tempo dela, é dever dos pais.

E para os dias de correria, a solução é ajudar a criança nas tarefas e antecipar tudo, para facilitar a execução.
Esse texto não se trata de mágica. Se a família toda acorda às 6 horas da manhã e precisa se apressar para ir para a escola e os pais ao trabalho, pouco ou quase nada se aplica essas dicas...

Então, invista no tempo livre para ensinar coisas corriqueiras da vida... Talvez você até se surpreenda com o resultado e interesse da criança...
Tenha paciência para ensinar quantas vezes for necessário, porque a repetição é excelente para a aprendizagem de qualquer um.

Viver, aprender, fazer, e refazer a vida, os ensinamentos cotidianos, é tão importante quanto à escolha profissional, ou quanto o diploma da faculdade...

Ensinar e aprender leva tempo...

A criança tem muita facilidade para aprender, e tem interesse por muitas coisas, e já falei sobre esse assunto neste texto aqui... Os adultos é que estão sem tempo para ensinar... Pense nisso...

Beijos e até a próxima.
Leia Mais ►

Parque da Mônica promove Oficina de Cartões em comemoração ao Dia dos Pais.

Parque da Mônica promove Oficina de Cartões em comemoração ao Dia dos Pais
Programação especial acontece nos dias 13 e 14 de agosto

Durante o mês de agosto, o Parque da Mônica promoverá ações especiais em comemoração ao Dia dos Pais. A programação acontece no Parque e também no Facebook Oficial.

Nos dias 13 e 14, os pequenos poderão customizar lindos cartões para darem de presente para os papais. A Oficina de Cartões – Dia dos Pais acontecerá no decorrer de todo o fim de semana, no Atelier da Marina. As sessões têm duração de até 15 minutos, com capacidade de 10 crianças por vez, dando oportunidade às crianças de demonstrar o amor em forma de arte.

No Facebook, o Parque da Mônica também disponibilizará um aplicativo em sua página oficial (https://apps.facebook.com/cartao-dia-dos-pais/), que ficará disponível o mês todo, para que os filhos possam criar cartões com fotos, sendo possível compartilhar nas redes sociais e imprimir.


A programação do Parque ainda inclui o novo musical “Cadê o Sansão?”, criado especialmente em comemoração ao seu primeiro aniversário. As apresentações terão duas sessões no palco principal.
Dia dos Pais no Parque da Mônica é diversão garantida para toda a família!

Serviço:
Parque da Mônica
Shopping SP Market – Av. das Nações Unidas 22.540 – São Paulo – SP 
Funcionamento: de acordo com o calendário disponível no site do parque (
www.parquedamonica.com.br).
Passaportes:
Individual meia-entrada: R$ 69,50
Pacote para duas pessoas: R$ 182,00
Pacote para três pessoas: R$ 270,00
Pacote para quatro pessoas: R$ 356,00
Pacote para cinco pessoas: R$ 440,00
Individual inteira: R$139,00
Gestantes: R$40,00
Pessoas com deficiência: Isenta de pagamento

Pacote para excursões: 
vendas@parquedamonica.com.br. 
Estacionamento no local (área externa do shopping) – pago à parte. 
Facebook: parquedamonica
Instagram: @parquedamonica
Site: 
www.parquedamonica.com.br

Sobre o parque da Mônica: Maior parque coberto da América Latina, com 12 mil m² e capacidade para atender 3.000 pessoas simultaneamente, está localizado no Shopping SP Market, na Zona Sul de São Paulo. Com o objetivo de proporcionar diversão para toda a família, o empreendimento conta com diversas atrações criadas a partir de conceitos temáticos, interativos e educativos, materializados em um ambiente que fortalece a interação entre pais e filhos. De forma lúdica, os visitantes têm experiências inesquecíveis com opções variadas de entretenimento com a Turma da Mônica.
Leia Mais ►

3 alimentos que ajudam a cair os Dentinhos de Leite.

No ano passado a fada dos dentes passou por aqui, e confesso que foi uma mistura de emoção, com nostalgia... Aquela sensação: meu bebê está crescendo. rs

Quando os primeiros dentinhos do Vitor caíram, para a gente tudo era novidade, surpresa, festa... Então eu e meu esposo não pensamos muito nesse assunto aqui: porque os dentinhos de leite não estão caindo com naturalidade?

Os dois primeiros dentes (incisivo central) não caíram, foi necessário ir a odontologista arrancar.
Antes mesmo de fazer a extração dos dentes, os dentes permanentes já tinham nascido (apontado) atrás do dente de leite.

Agora começaram a cair os incisivos laterais. Durante as férias de julho, precisamos fazer o mesmo procedimento, ou seja, levamos o Vitor até a dentista para extrair o primeiro incisivo lateral, porque o dente permanente já estava nascendo atrás e o dente de leite ainda estava bem fixo na raiz.

E durante a visita a dentista, aproveitei para perguntar: se é normal, comum ou corriqueiro, os dentes de leite não caírem facilmente? E porque isso está acontecendo?

Segundo doutora Silvana, é muito comum isso acontecer com essa geração.
Antigamente, no tempo dos nossos pais, as crianças comiam milho na espiga, chupavam cana, e isso ajudava muito a amolecer os dentes e facilitar a queda.

Segue a dica de 3 alimentos para facilitar a queda do dentinho de leite.

- Maça: a maça além de ser uma fruta deliciosa, saudável, é uma fruta mais durinha, que precisa de força nos dentes e com a boca para comer, e ajuda a amolecer o dentinho. Nesse caso, lave bem a fruta e ofereça inteira, sem cortar pedacinhos. Deixe a criança morder e devorar a fruta.
- Milho na espiga: ofereça o milho na espiga, além de ser gostoso, também é um alimento saudável. Prepare milho para toda a família, e comam todos juntos. Isso vai estimular ainda mais a criança a comer.
- Pão Frances: para comer o pão precisa de força nos dentes para rasgar, e mastigar. A dica nesse período de dentes de leite é oferecer pão amanhecido. Não pão duro, mas um pãozinho comprado a noite ou final da tarde, e oferecido para a criança no café da manhã, também ajuda. Ou mesmo o pão francês (sem ser amanhecido), também ajuda muito.

Depois que o Vitor escutou as orientações da doutora Silvana, foi logo contar para a vovó, que preparou uma espiga de milho para ele comer. Foi a primeira vez que decidiu comer o milho na espiga, e aprovou... 
Sabe aquela história... Quando a mãe fala, ensina, não quer saber, não quer ouvir, mas quando é outra pessoa falando e ensinando escuta... rs Então, tem coisas que são assim mesmo. Já ofereci milho na espiga, mas nunca se interessou... rs

E por ai, os dentinhos de leite caíram com facilidade?

Tenho um pouco de aflição de puxar, de amarrar uma linha e puxar, essas coisas...
Outra dica é balançar o dente com a língua mesmo, e todo dia fazer isso um pouquinho, também ajuda.
Em todo o caso, faça como eu, procure um especialista para auxiliar e tirar todas as dúvidas...

Se você tiver mais dicas, compartilhe com a gente e escreva aqui embaixo nos comentários, que ficarei feliz...

Beijos e até a próxima.
Leia Mais ►