Vivendo o natural. A voz do coração.

Vivendo o natural. O voz do coração.

Eu trouxe da minha infância uma mala, um baú pesado. Com toda a referência de amor e dor, todas as coisas boas e as não tão boas assim...

Abrir o baú é difícil, porque precisamos se desfazer de coisas que não faz mais sentido carregar... É preciso perdoar, consertar, doar e se desapegar de muita coisa, se colocar no lugar do outro para compreender (não julgar), é a verdadeira empatia da alma! Enfim, é uma caminhada de cura interna, onde esvaziamos a mala pesada e ficamos apenas com as boas recordações e os sinais da vida que o corpo se encarrega de registrar!

“A melhor coisa que você pode fazer pelas pessoas que ama, é crescer como Ser Humano”. (Platão)

E foi assim que eu cresci, abrindo o baú, observando que a vida é uma jornada de escolhas, construída na prática, sem máscaras, sem ilusão ou pílula mágica...

Crescer dói literalmente, porque saímos do mundo da “Alice no País das Maravilhas” e seguimos em frente construindo o nosso mundo real, alinhando as responsabilidades com a naturalidade, buscando o equilíbrio, a paz!

Quando assumimos o natural a gente ouve com o coração.

É um encontro consigo mesmo, um mergulho no seu interior, é a luz nas sombras que nos ajuda a curar e limpar as dores, enxergar o outro... Saímos do egoísmo, do excêntrico, para descobrir o caminho do amor!

“Sua visão se tornará clara somente quando você olhar para dentro do seu coração. Quem olha para fora sonha. Quem olha para dentro acorda”. (Carl Jung)

Não precisaríamos de movimentos, se cada um pudesse ver o outro com os olhos de Deus, do amor!

Hoje eu confirmo todo o meu investimento no amor, na voz do coração! Vejo e consigo concluir a importância da infância, porque é uma das fases de construção do SER que mais interfere na vida toda! Percebo como a infância é diminuída e às vezes até desvalorizada, por achar que ali não tem consciência, por conta da idade e da imaturidade, porém, a ciência tem provado que boa parte da sinapse feita na vida adulta tem influências das raízes da infância. Recomendo o documentário “O começo da Vida”.

A criança apesar da imaturidade, consegue perceber o que acontece ao redor, tanto às situações positivas quanto as negativas, ou seja, não se pode dar aquilo que não tem! Não é possível ensinar aquilo que não se vive! Por isso é preciso esse mergulho interno, para sair das ilusões, remover as máscaras e mudar!

Vamos juntos fazer essa conexão divina. Deus é tudo e está em tudo! Acalme seu coração, entrem em contato com a natureza através das árvores, flores naturais em casa, o sol e a lua, os filhos, a família e até os animais de estimação, enfim, tudo é vida, Deus está em tudo...

Não precisamos esperar por dias melhores, mas podemos construir dias melhores, fazendo cada um a sua parte de todo o coração! Continue fazendo o seu melhor em tudo, trabalhando, acalmando o coração, porque o Universo é perfeito, basta olhar a criação de tudo!

Eleve a sua vibração, com pensamentos e ações de ética, respeito e se conectando com pessoas e situações alegres... Não exagere nas expectativas que não depende de você, que não está sob seu controle. Tudo no Universo é perfeito, “não existe o acaso”, tudo tem “um porque” que a gente ainda não consegue compreender, mas tudo na vida tem sentido!

Vamos juntos elevar a vibração! Não desanime, tudo está certo no mundo! Veja a natureza como é perfeita, a partir de sementes tão minúsculas, entram em ação os elementos de terra, fogo (chama viva da vida), água e ar, formam-se lindas árvores, flores, frutos... O Ser Humano também é uma sêmen(te) que a partir das suas forças e composições internas e externas, criam vidas... A vida é um milagre!

Você já ouviu falar da história dos Elefantes de Circo? Crescem presos em correntes, e na vida adulta podem ser presos apenas por cordas e não mais com correntes, porque aprendem que não adianta forçar, estão presos... E a partir daí são presos apenas por cordas, porque não tentam mais fugir!

Sabe quando o Elefante realmente foge e se vê livre? 

Quando o circo pega fogo!

O mundo parece "às vezes" estar assim, pegando fogo! Mas acredite, em meio ao caos que o próprio homem cria, também nascem novas idéias, liberdades, empreendedores, novas forças internas que estavam adormecidas, “e isso a TV não mostra”! Acredite na vida, em Deus! Deixa a alegria fluir junto da gratidão...

Abra o baú, faça a faxina, porque muitas das vezes é difícil ouvir a voz do coração com tantos entulhos por cima...

Desejo um final de ano de muita paz, com conexão com o coração e a natureza, com Deus, porque Deus é tudo e está em tudo!

Por: Juliana Pelizzari Rossini. Inspiração e voz do coração!

5 comentários:

  1. ❤️Natal, é amor em ação. Toda vez que nós amamos, toda vez que nós doamos, é Natal❤️

    Bom dia de domingo, querida amiga Ju!
    Hoje venho especialmente para lhe desejar um Feliz Natal como puder passar, amiga.
    É tempo de simplicidade e alegria.
    Muito obrigada por tudo neste ano.
    Seis posts são de uma profundidade de alma.
    Você foi um presente em 2020...
    Vou reler com calma.
    Uma postagem apropriada para a época onde limpezas estamos fazendo no corpo e na alma.
    Seja muito feliz e abençoada!
    Abraço fraterno e natalino

    ResponderExcluir
  2. Realmente é tempo de revirar baus e fazer faxinas.Guardar apenas o que relamente vale a pena. Ter calma e paz na alma pra poder ouvir o que a voz do coração nos fala... FELIZ NATAL ,muita saúde, amor, paz pra todos em 2021! beijos, chica

    ResponderExcluir
  3. Bom dia lindo e feliz querida Ju!
    Gosto desta analogia do baú. Eu menino do mato carrego comigo um embornal. Nele tenho tudo quanto Vivi e aprendi nesta longa travessia. Sempre estou a remexer neste e dele vem os elementos que me permitem superar, esquecer, ajudar. Vem dele todo meu poder de amar e incentivar o mesmo pois ele guarda a essência de um menino que sempre me dá a mão, quando as coisas pelo caminho não vão bem.
    Lindo e grande seu sentimento agregador e contagiante que lhe faz forte amável e formadora de seres melhores. Linda imagem que bem sei ilustra um amor desmedido eterno.
    Parabéns pela expressão e partilha.
    Natal será alegria no seio da família e que inspirará um novo novo ano todo novo.
    Obrigado pela companhia.
    Vamos nesta sintonia por todo 2021.
    Beijo no coração de vocês.
    Feliz semana natalina.

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde, Ju!

    Não há idade para considerarmos os sentimentos, seja da criança ou do adulto. Não compreender isso gera muita desesperança.

    Gosto também do que você diz sobre "faxinar" o coração. Nunca deveríamos negligenciar esta faxina tão necessária quanto limpar a casa. Um pianista outro dia deu um exemplo de perdão comparando-o ao prefixo "PER" na química que significa muito, cheio, máximo... Daí, ele disse que o perdão, bem como a PERfeição, PERseverança é diligência, crescimento, maturidade de não se rebaixar, nem se igualar. Mas, sobrepor as mazelas humanas.

    Feliz Natal para você, Vitinho e toda a sua família. E muito obrigada pela doce e importante companhia em mais este ano!!!

    Beijo!

    Re e Laura

    ResponderExcluir
  5. Feliz 2021, bom domingo, querida amiga Ju!
    Seu filho seja feliz! Bem como toda vamos no ano que será muito diferente para nosso bem-estar.
    Tenha dias abençoados e felizes!
    Obrigada por tudo no ano que se foi onde seus comentários foram um refresco no
    Meio de tanta dor na humanidade.
    Tenha dias abençoados e felizes!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderExcluir