Livro: Feliz Ano Velho, autor Marcelo Rubens Paiva.


No final do ano passado (2016), na virada de ano, oportunamente meu pai comenta, que o melhor livro que ele já tinha lido era o “Feliz Ano Velho”, do autor Marcelo Rubens Paiva.

Fiquei extremamente intrigada, porque o título é muito interessante e desejei muito ler esse livro, que na visão do meu pai era o melhor livro que ele já leu.
Confesso que tenho dificuldade de eleger o melhor livro, porque não consigo escolher... Escolher um, é como excluir todos os outros, sabe? Por isso, não consigo... (risos)

Vai vendo como a vida é interessante... Depois de seis meses desejando a leitura, durante uma arrumação de caixas na casa da minha sogra, ela encontra o livro e empresta para a minha leitura. Uhuuuuuu!!!!!
Eita mulher de sorte eu sou. Eu estava pesquisando para comprar, e aguardando terminar outras leituras, até que o livro veio até as minhas mãos...

Eu amei a leitura, e descobri que esse título incrível tinha muito mais a dizer do que parecia. Meu pai tinha razão, é um livro realmente incrível e muito tocante...

O livro é antigo e a primeira edição é de 1982, e fala sobre presente, passado e futuro de um rapaz que na época era muito jovem, e havia sofrido um grave acidente em 1979, e precisava passar por momentos de muita reflexão interna e externa, sobre o seu passado e presente, para enfrentar o futuro que estava começando.

Feliz Ano Velho é a narração de um jovem, que conta alguns fatos marcantes da sua vida até o acidente, como sendo felizes os anos que ficaram para trás, ou seja, o ano velho... Também conta sua trajetória no hospital depois do acidente, sua chegada em casa depois de meses no hospital, e um pouco da sua construção e processo do novo EU, o novo Marcelo Rubens Paiva que literalmente estava começando a vida após o acidente, ou precisava começar...

Marcelo Rubens Paiva era um jovem cheio de vida assim como qualquer jovem, e ao pular de cabeça no lago, na brincadeira de imitar o Tio Patinhas, bateu a cabeça e esmagou uma de suas vértebras...
Dando inicio a uma longa e lenta jornada em sua vida, como a de um bebê, primeiro deitado, depois sentar-se e aos poucos voltar a mexer outras partes do corpo. A caminhada começou sobrevivendo e revivendo na UTI, depois a recuperação, cirurgias, fisioterapias...

E quem nunca passou por algo marcante em sua vida, onde precisou se reestruturar, começar de novo, se refazer?
Quem nunca pensou sobre seu maravilhoso passado como decepção do presente (ou até arrependimento)?

Às vezes precisamos dessa reflexão de passado e futuro, para aceitação do presente, do novo, das mudanças que vêem por ai...

Marcelo passou a ver a vida sobre outra perspectiva, encontrou pessoas que estavam passando por mudanças assim como ele, e percebeu que a vida continua, pode ser e é maravilhosa sim, basta à gente continuar a caminhar e encontrar nosso novo EU...

O Ano Velho foi feliz, mas o Feliz Ano Novo vai depender do nosso novo EU!

E fiquei pensando no assunto, refletindo sobre o título e acredito que todos nós em alguma fase da vida, já passou por esse insight do Feliz Ano Velho.

Não precisa ir muito longe, porque a própria maternidade “muda e molda a gente”, por dentro e por fora.
A gente precisa recomeçar, porque nada mais é igual, e quem pensa e tenta agir como o antes, sempre acaba sofrendo...
Poucas são as pessoas que não trazem marcas internas e externas após a maternidade... Marcas na pele e aumento de peso, mudanças do cotidiano, das responsabilidades, do contexto, das amizades, etc.

Uma mãe e um pai que perderam um ou mais filhos (as); pessoas que têm dificuldade de envelhecer e ficam sempre olhando o belo passado; pessoas que enfrentam doenças graves; pessoas que se acidentam e outras que nascem com alguma dificuldade, enfim, todos passam ou já passaram por fases de reconstrução, de recomeçar...

- Qual é o seu Feliz Ano Velho?

Faça sua reflexão interna, depois liberte-se e siga em frente, só depende de nós!
Não desista, persista, caminhe, busque ajuda se necessário for, procure pessoas que passam ou já passaram por situações como a sua e venceram...

A vida é maravilhosa, não desista!
Super recomendo a leitura, ameiiiiii!!!!!!!!
Beijos e até a próxima.
Ju.

2 comentários:

  1. Oi Ju! E Vitinho!

    Este livro é muito especial. Eu o link faz muito tempo. Mas, amei você te-lo trazido novamente à minha memória. Lindo demais!

    Beijo carinhoso!!!

    Re e Laura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Re, fiquei feliz porque várias pessoas comentaram que já tinha lido...
      Muito legal trazer a memória, boas leituras né... Que bom que gostou.
      Bjs para vc e a Laurinha.
      Ju

      Excluir