Filhos vem com manuais?

Pais e Filhos - Manuais.

As pessoas dizem que filhos não vêm com manuais, e se viesse seria uma maravilha!

Posso afirmar que os filhos têm manuais sim, “mas cada um tem o seu particular”, com personalidade própria, aonde os pais vão descobrindo conforme crescem.

Esse “Manual dos Filhos” é na verdade um mapa a ser decifrado dia após dia, com atenção, carinho, amor e dedicação.

- Os bebês precisam de cuidados que são básicos para todos em questão de higiene, alimentação, sono, mas cada bebê é diferente do outro, e cada dia é um acontecimento diferente. Uns terão cólicas outros não, uns dormiram tranquilamente e outros não, uns pegarão o peito facilmente e outros tanto não.

- Tem criança que é bem ativa por natureza, e precisa constantemente de atividades extras, esportes, brincadeiras.
Outras são mais tranqüilas, gostam do caminhar mais lento, precisam de menos estímulos variados e constantes, e mais compreensão da sua personalidade para não forçar atividades que causem desconforto.

É nosso dever como pais “observar e respeitar os filhos”, respeitar o tempo de cada filho em cada fase e etapa da vida... Julgar menos, não comparar, não rotular com palavras pejorativas, e sim entregar amor, compreensão, limites, educação, conforme crescem e apresentam sua personalidade própria, suas necessidades e dificuldades básicas e diárias. 

Não é de hoje que existem inúmeros: manuais, livros, revistas, cursos, que ajudam e auxiliam aos cuidados básicos como aleitamento, troca de fraldas, banho, sono, alimentação, crescimento e desenvolvimento de bebês e crianças. Também têm livros, textos na internet, seminários, palestras, que envolvem vários assuntos sobre a maternidade, educação, comportamento...

Tem muito material bacana e interessante, que pode auxiliar pais e mães, porém cada família vai precisar compreender "o manual pessoal de cada filho (a)".

Busque informação sim, para os mais variados assuntos da maternidade, desde o nascimento até a vida adulta, porque a gente não é obrigada a saber e entender de tudo... 

Porém, não tente encaixar você e sua família dentro de um padrão, mas tenham em mente seus valores, costumes da família e filhos bem claros, porque existe todo tipo de material e nem todos serão perfeitos para a sua família ou modo de viver dos filhos.

Decifre o manual dos filhos, sem culpas, julgamentos, comparações, frustrações, expectativas, só assim você poderá conduzir e orientar com amor, sem brigas, na paz e calmaria que toda família merece e precisa para viver bem e em harmonia!

Eu acredito que os filhos vêem para nos mostrar o melhor da vida, também vem para nos ensinar, para fazer a gente se confrontar com o nosso eu, aprender a valorizar o que realmente tem valor... Enfim, além de decifrar o manual dos filhos através da convivência diária, de preferência observando sem terceirizar toda a educação e cuidados, às vezes precisamos PARAR e refletir sobre a gente, o nosso comportamento diário com os filhos e família...

Filhos é um verdadeiro mergulho no ventre do peixe, onde a gente precisa realmente parar e refletir sobre muitas coisas da vida...
E você, já tinha pensado sobre o assunto sob essa perspectiva? Comente ai. Até a próxima.
Beijos
Ju.

2 comentários:

  1. Que linda reflexão, Ju! No começo é bem difícil ler o filhote, mas com o tempo a gente vai ficando especialista nisso, né?

    ResponderExcluir
  2. Oi Juliana, exatamente isso. Cada um tem o seu próprio manual que precisa ser decifrado, entendido, compreendido e adaptado a família.
    Ótima reflexão

    ResponderExcluir