Crianças devem ser crianças.


Por: Daiana Barasa.


As crianças merecem a atenção. É fundamental que lutemos pelos seus direitos, integridade física, para que tenham lazer, cuidados, proteção, enfim, é fundamental que sejam respeitadas, mas acima de tudo, a criança deve ser respeitada como criança e ser infantil... isso mesmo, precisa ser o que é e fazer o que sabe fazer... criancisses.
Vivemos na era digital, em que crianças desde muito cedo já sabem lidar com aparelhos eletrônicos, já sabem jogar videogames, vivemos em tempos modernos em que desde cedo crianças precisam se adequar à modernidade e agir como pequenos adultos. Quanto mais cedo falar inglês melhor não é mesmo? E por que não falar italiano ou espanhol? Deve tocar algum instrumento... Mas eu quero brincar mãe! Quero brincar pai!
Percebem? Há uma violência quase imperceptível taxada de “cuidar do futuro”, violência contra a simplicidade da infância. Sim, a infância é simples, é brincar de desenhar, é se sujar de barro, é cair depois de correr no esconde-esconde, é tropeçar pulando corda, é mexer no nariz sem pensar nos bons modos, é soltar pum e dar risada, é ser criança. A infância precisa ser livre.
E para que eu como jornalista não pareça radical, uso como exemplo o filósofo francês Jean-Jacques Rousseau em seu livro Emílio de 1762, sim, em pleno século XVIII o filósofo já denunciava a “agressão” à infância quando crianças eram educadas para assumir um papel na sociedade como futuros adultos.
O que vemos em uma sociedade “moderna” como a nossa não é uma maioria de pessoas frias e medíocres, e sim, pessoas vazias de infância, vazias de liberdade infantil. E de que forma adultos que não foram crianças livres podem lutar pela liberdade das crianças para serem crianças?
Crianças precisam ser livres para sonhar seus sonhos coloridos, precisam ser livres para fantasiar, para ser o que quiserem, devem ser heróis ou heroínas, devem conhecer castelos, palácios, devem crer que sapos viram príncipes, em magias malucas, em lendas absurdas, em leões falantes... Ora! Se a vida se encarregar como certamente fará em desfazer as “loucuras” da infância, que seja no tempo certo em que já se chegou à fase adulta, chega dessa violência “maldita” em dizer: Ele (a) precisa conhecer a realidade. Que realidade? Vamos guardar a “realidade” para o tempo em que ela irrevogavelmente se fará presente, deixemos as fantasias, as gargalhadas cheias de traquinagens, deixemos os bolos de lama, os amigos imaginários, deixemos os aparatos da infância na infância, e mais do que isso, deixemos a infância em nós mesmos, para que um dia de fato a luta pela preservação da criança seja plena.
Crianças não são pequenos adultos, são crianças, chega de violência aos sonhos dos “pequenos” e livres sonhadores.

15 comentários:

  1. E que lindo poder ser criança...... hoje, graças aos blog's e páginas do face, muitas mães e pais se conscientizaram disso, de deixar a criança livre para ser criança. Parabéns pelo post. bjus Coisas da Lara

    ResponderExcluir
  2. Adorei o poster,muito bom ,é maravilhoso ser criança.
    estou te seguindo bjos

    ResponderExcluir
  3. Verdade!!
    Criança tem que ser criança
    Tem que deixar ela aproveitar tudo da infancia
    Bjus
    http://segredosdaluma.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu vejo tudo como época e sim a fase que as crianças estão elas são mais ágeis, elas nasceram na época da informatização, da tecnologia e devemos acompanhar isso e não frear, mas nada nos impede como pais de mostrar a nossa época para eles, brincadeiras de rua, andar de bicicleta empinar pipa, jogar bafo três marias não é?
    Eles aprendem rápido demais, antes a gente nascia ficava um tempão de olhinho fechado, molenga no colo da mãe...agora as crianças nascem com os olhos arregalados, no primeiro mês já estão durinhas e aprendem também com mais facilidade e agilidade.
    O que os pais devem fazer, dizer não filho apesar de vc querer ler segundo os psicólogos, pedagogos você não pode, só vai poder quando tiver tal idade, acho isso injusto.
    Então eu como mãe vou incentivar o que meu filho quiser aprender, sendo a idade considerada "correta" ou não, eu acredito no aprender brincando e brincar aprendendo eu acredito no ensino livre desde que feito com responsabilidade e amor não vejo mal nenhum.
    O que precisamos entender o que os filhos querem, algumas crianças não se interessam por leitura aos 3 anos, mas outras já querem saber...então deixe a que não esta interessada chegar ao interesse e quem estiver interessado que aprenda.
    Vejo que algumas mães se acham desvalorizadas e seus filhos desprestigiados quando encontram outras mães que os filhos tem outros interesses além do considerado "normal" isso é uma bobagem cada criança tem o seu tempo e vem com frases do tipo estes pais querem colocar os filhos na vitrine para serem melhores em tudo, pode ser verdade?
    Pode, mas nem todas as famílias querem se mostrar já vi casos de crianças se isolando das outras por que quer aprender e não fica fazendo coisas "tipicas de crianças", o que podemos ensiná-las é que o ócio pode ser produtivo e aprendem que no brincar pode ter algo novo pra elas.
    Quando os pais não observam a época certa para cada coisa e não a época que os "estudiosos" ou "doutores" consideram razoável e passam a enxergar a época daquela criança não tem erro.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. E vdd viu, muitas das vezes acontece isso, um exagero de informações e esquece que criança precisa ser criança!!!

    Por aqui, tem de tudo, mas com moderação, porque sabendo moderar faz bem pra as crianças!!

    Beijos
    Gleysa
    www.demamaeursa.com

    ResponderExcluir
  6. Otimo texto. Concordo do começo ou fim. Aqui em casa meu filhl e criança e apoveita muito essa fase que passa tao rapido.

    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Ótimo texto Jú, concordo com tudo. Temos que deixar nossas crianças serem crianças.
    Beijos Adriana

    ResponderExcluir
  8. Post excelente ..td acho que tudo tem seu tempo ... eles precisam criar, inventar, fantasiar ..terão muito tempo pra descobrir a realidade das coisas ... agora precisam imaginar e sonhar ... concordo plenamente .... bjs

    Roberta Aquino
    Diário de uma Princesa

    ResponderExcluir
  9. realmente criança tem que ser criança e aproveitar ao máximo.
    bjcas
    http://estou-crescendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Sim!!! Precisam ser crianças... já ouvi muito por aí:
    Mas ele tão grande mamando isso aos 2 anos!
    Mas ele não fala bem, isso aos 3 anos!
    Cada criança tem seu tempo, seu momento. meu filho tem o dele e respeito, porque quero o melhor, porque me alegro com seu sorriso e me divirto com suas cismas e manias, sim ele tem manias, coisa de gente grande e é teimoso, e não gosta de estranho... e ponto!
    Acho que muitos pais ficam querendo "apostar" o que o filho faz mais, se já conta, de já fala inglês... tantas coisas que terão a vida inteira pra aprender pra viver e pra ser
    Agora basta ser criança!
    Amei a reflexão, aprendo todos os dias com ele... apesar de ter apenas 3 anos, incrível como já escolhe o que ouve, já escolhe suas histórinhas favoritas, suas roupas e sim faz birra e encrenca, nada que uma criança de 3 anos não faria
    Bjss
    http://prosademae.blog.br/

    ResponderExcluir
  11. com certeza criança tem que ser criança
    ser livre brincar sonhar
    afinal de contas só se é criança uma vez

    Nanda
    beijokas
    Linda Noite
    Mamãe de Duas
    Google+Nanda

    ResponderExcluir
  12. Jú,

    Lindo o texto!
    É realmente a minha teoria.

    Vamos deixar as crianças serem simplesmente crianças e vi também que concorda com a política de uma Mãe Sem Frescura.
    Hoje o mundo é da tecnologia e temos que incentivar os nossos filhos com brincadeiras mais lúdicas e comunicativas, ou seja, brincadeiras da nossa época.
    Muito legais e super divertidas.

    Bjs, Pri
    Mãe Sem Frescura
    Maesemfrescura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Isso mesmo! Respeitar o tempo da criança, deixá-la brincar e curtir sua infância!
    Ótimo texto!

    ResponderExcluir
  14. Lindo texto!!!!
    Otimo post, tem bebê hoje em dia, que ja ganham celular, meu Deus que isso.
    Ja insentivam a criança a se viciar nesse mundo de tecnologia, pra serem uns alienados.
    Criança tem que ser Crianças, serem felizes, curtir a infancia, pois passa rapido, meu filho curtirá e será criança de verdade, claro que hoje em dia, com muita tecnologia, é dificil eles estarem longe disso, até porque são crianças curiosas né, vão ver todos entretidos e vão querer também, mas pouquinho né, tem que saber que a criança n foi feita pra perder a infancia, ai aiii viu...
    Também não era seguidora do seu blog, mas agora ja estou seguindo :) bjsssssssss rs
    http://gravidaaos40anos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir