Cultivando as boas “recordações e brincadeiras de infância”, na casa da vovó.

Faz pouco tempo, meus pais mudaram para Minas Gerais, em uma cidade pequena chamada “Nova Serrana”.
Meu pai recebeu uma proposta para trabalhar em Minas e resolveu aceitar... Foi ai que ele e minha mãe decidiram mudar para lá.

Minha mãe veio para São Paulo passear, nesse feriado da paixão de Cristo, e ai aproveitamos a volta dela para Minas, para acompanhá-la, matar ainda mais a saudade e conhecer um pouquinho da cidade.
Nós já sabíamos que a vovó Betinha ainda estava sem TV a cabo, telefone e internet, mas isso não foi empecilho para a gente passear, brincar e se divertir muito.

Não precisamos de eletrônicos para se divertir, precisamos de criatividade para brincar e inventar nossas brincadeiras.

E assim foi um pouquinho das nossas brincadeiras.
Brincamos de:

Esconde-esconde e o Vitinho estava batendo cara.


Rasgar papel;
Pintura;
Pirata.
O “x” feito com dois pedaços de pau, era a representação de onde estava enterrado o tesouro, o rodo usamos para cavar (como se fosse a pá) e a caixa de pregadores era o baú do tesouro;
Com seus bonecos;

A vovó fez dois sacos de Box, com pano velho dentro, para o Vitinho brincar.
Um ela fez com um saco plástico, mas depois rasgou.... O outro fez com pano de saco e encheu de pano velho sem uso.
Ficou ótimo e o Vitinho brincou muito...rs
Como ele adora luta, ficou perfeito os sacos de Box, feito e improvisado pela vovó Betinha.



Fez uma luva de pano.

Ficamos admirando por horas o tempo, o céu, e tudo que era de curioso que passava pelas ruas.

O Vitinho gostou de passear pela cidade, no meio da rua.
É novo e curioso para ele, pois aqui em São Paulo, nunca na vida que poderíamos andar e caminhar pelo meio da rua, mas lá em Minas, em uma cidade pacata como a Nova Serrana, podemos fazer essa caminha pela rua, pois o movimento de carros durante a semana é baixo.

Brincamos de correr da cachorrinha Tica.
A Tiquinha adora crianças, brincar, e correr é a maior diversão dela... Brincou tanto de correr atrás da gente que ficou até cansada...rs


Aprendeu com a vovó sobre a costura e sua máquina.


Também brincamos de bola, luta de espada com cabos de madeira improvisados e muito mais.
Foram 5 dias de muita brincadeira, diversão, improvisos de brincadeiras e sem os famosos eletrônicos da nossa geração.
Levamos alguns DVDs para assistir nas horas vagas, mas brincar foi a nossa prioridade. Em cima da casa da minha mãe tem uma laje que pega a casa toda, o que foi a maior diversão para correr, brincar, rolar o tempo todo.

Casa de vovó é sinônimo de infância feliz, de brincadeiras, de alegria, de diversão com as coisas simples da vida.
Por isso o título é “Cultivando as boas recordações e brincadeiras de infância, na casa da vovó”, porque lá temos a oportunidade de brincar, se sujar, trazer à tona as brincadeiras antigas, tradicionais, deixando um pouco os eletrônicos do dia a dia. E essas brincadeiras serão preciosas recordações de uma infância feliz, diferenciada do cotidiano.

Acho "importante e fundamental" a gente saber preservar as essências das coisas, da vida...
Não acho “certo e justo” os mais velhos, os avós serem obrigados a inserirem os eletrônicos, a internet para agradar ou ser um “chama ris” dos netos em sua casa.

Por isso fiz questão de visitar minha mãe e aproveitar sua presença para brincar.
Quero incentivar meu filho a gostar das pessoas e dos lugares mesmo sem a presença de internet, jogos eletrônicos, etc.
O que importa são as pessoas, e não o que elas tem para nos oferecer, suas acomodações, etc.

E ainda tive a maravilhosa surpresa de reencontrar pessoas queridas, que fizeram parte da minha infância feliz.

Foi um passeio maravilhoso, que ficará em nossas memórias para sempre.
E se o Vitor gostou?

Olha a carinha de feliz dele.


13 comentários:

  1. Que fofo...
    Mesmo assim a diversão foi feita
    Ótimas recordações
    Bjus
    http://segredosdaluma.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Casa da vó não tem igual, diversão garantida!!!
    Mil beijoss!
    Blog: Caio, o melhor presente

    ResponderExcluir
  3. Que delicia de passeio,e que bom que gostou da minha Minas Gerais,nada como a casa dos avós e coisas novas...adoro morar e ser mineirinha,kkk
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Ixi .. tem coisa melhor ?? a Luma se esbalda na casa da vovó .. hehehe

    Roberta & Luma
    Diário de uma Princesa

    ResponderExcluir
  5. Que legal, que diversão a casa dos avos e a melhor rsrs
    bjos

    ResponderExcluir
  6. Nossa quanta diversão hein!
    bjcas
    http://estou-crescendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Que lindo lutando boxe kk
    Brincar é bom demais.
    Bjus

    http://geriencantodemenina.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Que delícia de brincadeiras
    Eles não precisam de tecnologia para se divertir, e isso é tão bom
    Bjs
    Sou mãe de cinco

    ResponderExcluir
  9. com certeza temos que ficar longe de internet
    eletrônicos, eu já fiz e me senti muito bem
    que carinha de muito feliz

    Linda Noite
    beijokas da Nanda

    Sendo a mãe da Isa e da Gabi
    Google+Nanda

    ResponderExcluir
  10. Casa de vó é tudo de bom! E como é importante esse momento de brincar junto,de sair da rotina tv e computador!
    Adirei!
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Que delícia de passeio, é bom ficar desconectado das tecnologias e aproveitar para se divertir.
    Bjs, Fran
    www.minhaprincesasophia.com.br

    ResponderExcluir
  12. Casa de vó é tudoooooooo de bom!
    E quantas coisas maravilhosas vcs fizeram juntos... amei cada ideia, cada foto, lembre-se de participar da nossa Bc Recordando, aprendendo e brincando que aborda justamente essas brincadeiras antigas, te espero lá no blog é segunda! bjss
    http://prosademae.blog.br/

    ResponderExcluir