Livros: Peter Pan e Toy Story.


Faz mais de duas semanas que leio toda a noite essas duas histórias, ou seja, Peter Pan e o Toy Story.

O “Peter Pan” quem deu para o Vitor fomos nós, os pais, e o Toy Story foram os primos Érika, Ricardo e Matheus.

Por serem livros pequenos, de fácil leitura, e facilidade até para decorar as palavras ele amou e quer que conte toda a tarde e noite para ele.

Peter Pan.

A história do “Peter Pan” todos já conhece. “Peter Pan” é um garoto que vive na “terra do Nunca” e que nunca cresce.
Vivem juntos a brincar, ele e sua amiga “Sininho”.

O que mais chamou a atenção do Vitor foi:

- Porque o “Peter Pan” não cresce, ele não come papá (comida)?

Eu respondi que sim, ele come, mas nessa história, o garoto “Peter” é uma criança que não quer crescer e só quer brincar, mas para isso, ele precisa viver lá naquela ilha encantada e bem distante, chamada “terra do nunca”.

Outra coisa que o Vitor falou que é engraçado, é que a Sininho não é Sininho, é “Sininha”. Por ser feminina, a terminação precisa ser “a” e não “o”.

Quando o Vitinho era bem menor ele falava: É “Capitão Américo” e não “Capitão América”, porque para a terminação masculina precisa ser a letra “o”.
Como tentar explicar algo para uma criança de 2 anos vai gerar ainda mais dúvida, acabei deixando... (risos)

Toy Story

Essa história é referente ao filme Toy Story 1, porém bem resumida.

O Vitor não é uma criança que se prende fácil, com qualquer filme ou história, por isso as histórias eu preciso contar sem ler, ou seja, preciso ler antes e depois contar espontaneamente.

Essa historinha eu não li, como eu já assisti ao filme umas 50 vezes, já sei tudo que se passa, e juntos vamos contando conforme as figuras das páginas e lembranças do filme.

Essa historinha é legal, porque vem com algumas miniaturas dos personagens, e o Vitor amou e a mamãe também.


Brincamos bastante com os bonequinhos da história...

A gente precisa conhecer a nossa criança, para cativá-la a partir de suas preferências, seus desejos e vontades.
Com o Vitor não adianta eu pegar um livro gigante, e começar a ler palavra por palavra, que seu interesse irá dispersar rapidinho e toda a leitura se torna um martírio.
Essa é a minha dica, procure leituras resumidas, com bastantes imagens e figuras, assim a criança não dispersa e perde o interesse pela leitura.

Até a próxima dica de leitura.

Beijos,

Mãe Sem Fronteiras.

Nenhum comentário